Go to ...

Jornal de Ciência Espírita on YouTube

27/04/2017

Sir William Crookes

A chave que abre o futuro do ser Léon Denis

Sir William Crookes, um notável físico dos tempos modernos, depois de ter observado, durante três anos, as materializações do Espírito de Katie King e de as haver fotografado, declarou: “Não digo: isto é possível; digo: isto é real.” Pretendeu-se que W. Crookes se retratara. Ora, à semelhante insinuação ele próprio respondeu no discurso que proferiu

A História de Katie King Francisco Klors Werneck

Os fenômenos de materialização constituem as mais altas e irrefragáveis demonstrações da imortalidade. Surgir um ser defunto diante dos espectadores com uma forma corpórea, conversar, caminhar, escrever e desaparecer, quer instantaneamente, quer gradativamente, sob as vistas dos observadores, é de certo o mais empolgante e o mais singular dos espetáculos. Isso, para um incrédulo, ultrapassa

Quem foi: William Crookes

Foi o maior químico da Inglaterra, segundo afirmativa de Sir Arthur Conan Doyle. O que ficou constatado pela trajetória gloriosa que esse ilustre homem de ciência desenvolveu no campo científico. Mencionado como sendo um dos mais persistentes e corajosos pesquisadores dos fenômenos supranormais, desenvolveu importante trabalho na área da fenomenologia espírita. No ano de 1855, Willian Crookes

Um convite à postura científica Backpacker

Muitos companheiros no movimento espírita que criticam ou ainda, são indiferentes ao aspecto científico do Espiritismo, se limitam a utilizar trechos isolados da codificação para defenderem, mesmo que timidamente, seu ponto de vista. A frase mais mencionada está presente no Evangelho Segundo o Espiritismo, Capitulo XVII Item 4, onde Kardec assegura que o verdadeiro espírita

A História do Espiritualismo Sir Arthur Conan Doyle

Dada a projeção de seu nome em todo o mundo, Sir Arthur Conan Doyle tornou-se um dos mais renomados espiritualistas do presente século, devendo-se a ele apreciável parcela da penetração que o espiritualismo alcançou em muitos países de fala inglesa, principalmente nos anos que se seguiram à grande catástrofe que foi a I Grande Guerra de 1914/18.

Onde está a Ciência na Doutrina Espírita?

Este vídeo foi criado com o intuito de apresentar alguns dos acadêmicos e cientistas que se dedicaram à pesquisa dos fenômenos mediúnicos. Alguns tornaram-se partidários do Espiritualismo Moderno, outros leais adeptos da Doutrina Espírita e continuadores da obra majestosa de Allan Kardec. Outros, não se atrelaram a qualquer movimento doutrinário ou religioso, contudo, nenhum deles podia

Pesquisas nos fenômenos do Espiritualismo

Quando o ilustre membro da Sociedade Real anunciou no Quartely Journal os Science que se ia ocupar dos fenômenos chamados Espiritualistas/Espíritas, foi um grito geral: Enfim! vamos pois saber como havemos de pensar. Mas desde os primeiros artigos, quando se viu Crookes admitir a realidade dos fenômenos e declarar que os tinha observado, pesado, medido,