Go to ...

Jornal de Ciência Espírita on YouTubeRSS Feed

22/08/2017

Ernesto Bozzano

Experiências de Quase Morte Ernesto Bozzano

O termo “experiência de quase-morte” (EQM), no inglês “near death experience”, refere-se a visões e sensações relatadas por pessoas que vivenciaram situações de morte iminente. A maioria dos relatos envolve os que sofreram paradas cardiorrespiratórias. Indivíduos que se recuperaram após tais episódios relataram impressões muito interessantes, destacando-se o chamado “efeito-túnel” e a “autoscopia” (ver-se a

Materializações: Segundo Caso

Este caso é extraído das já célebres experiências do Dr. Glen Hamílton, de Winnipeg, Canadá. Do ponto de vista que nos ocupa, difere, consideravelmente, do da Sra. Bisson, pois que os fenômenos de materialização liliputiana se limitam, aqui, à formação de rostos animados e vivos, de três dimensões, que se produzem com o auxílio de

Materializações: Primeiro Caso

Começo a narração dos fatos, reproduzindo a interessantíssima narração da Sra. Juliette Bisson. Escreve ela: Há 5 meses, o engenheiro Sr. Jeanson, um dos meus assistentes, mostrou-se muito interessado pelas minhas experiências às quais ele assistia regularmente. Baseando-se nos fenômenos espontâneos obtidos por Eva em plena luz do dia (fenômenos assinalados em minha obra), ele

Materializações: Introdução

Relendo o relatório apresentado pela Sra. Juliette-Alexandre Bisson ao Congresso Metapsíquico de Copenhagen (1922), no qual ela resume as suas experiências com a médium Eva Carrière, fiquei surpreso com o grande enigma teórico que oferece o fenômeno de materialização de espíritos em proporções minúsculas. Trata-se de um fenômeno obtido em plena luz diuturna e na

Quem foi: Ernesto Bozzano

Nasceu em 1862, em Gênova, Itália e desencarnou em 1943, na mesma localidade. Professor da Universidade de Turim, foi, antes de se converter ao Espiritismo, materialista, céptico, positivista. Pesquisador profundo e meticuloso, escreveu mais de trinta e cinco obras, todas de caráter científico. Organizador de estudo experimental, com o valioso concurso de 76 médiuns. Elaborou

Reminiscências de uma vida anterior

Esse caso elimina de um só golpe todas as explicações com as quais psicologia oficial se esforça para conta dos fenômenos de “paramnésia”, desde a teoria da “falsa memória” até a sugestão, auto-sugestão, as “coincidências, fortuitas ” e a “telestesia durante o sonho “. Há três anos o engenheiro José Costa publicou na Itália obra

A Alma dos Animais: V – Seu único amigo diz adeus

Camille Flammarion comunicou aos Annales des Sciences Psychiques (1912, pág. 279) o relato seguinte que lhe foi enviado pelo senhor G. Graeser, que reside em Lausanne, Suíça: “… Permite-me relatar um pequeno fato que tem relação com aquilo que você fala em seu livro L’Inconnu? Não lhe falaria se não tivesse visto um caso como

A Alma dos Animais: IV – Um último adeus ao lar

Retiro o presente caso de um interessante artigo de Elisabeth d’Espérance, 8 publicado pela revista Light, datado de 22 de outubro de 1904, pág. 511: “… Uma só vez aconteceu comigo algo parecido com uma prova pessoal da presença em espírito de um animal que tinha conhecido em vida. Tratava-se de uma pequena fox-terrier, a

A Alma dos Animais: II – Um pedido de socorro

Este caso foi publicado na revista Light (1915, pág. 168). O senhor Mildred Duke, conhecido sensitivo e autor de artigos aprofundados sobre assuntos metapsíquicos, narrou o seguinte fato que ocorreu com ele: “Há alguns dias, demorei-me escrevendo até tarde da noite, absorvido pelo assunto do qual tratava, quando fui literalmente invadido pela sensação de que

A Alma dos Animais: I – A égua Windemers

Eu o extraio da revista Light, de Londres, Inglaterra (1921, pág. 187). O narrador é o senhor F. W. Percival, que escreveu: “O senhor Everard Richard Calthrop, importante criador de cavalos puro-sangue, em seu recente livro intitulado The Horse as Comrade and Friend (Edição Hutchinson & Co, 242 págs., 1920), conta que há alguns anos

Older Posts››